terça-feira, 19 de março de 2013

Dia(S) de ser Pai


Hoje o acordar é diferente...depois de uma noite de muitas e habituais horas em frente a um computador ou uma secretária e de um sono curto, segue-se uma terça-feira diferente. É dia de recordar o que em nós é tão especial e tantas vezes, sem querer, fica para segundo plano. A página de rosto do nosso jornal que tantas vezes se vira e dá lugar a um suplemento de economia recheado de bolsas que sobem e descem. Assim são invadidas as colunas das nossas famílias, passando para um rodapé, enquanto as letras gordas remetem para um corrupio diário em redor da nossa vida profissional, cada vez mais exigente e absorvente.
Esta permeabilidade que deixa passar para lá da porta do escritório a ansiedade, o stress e as dificuldades que nos arrancam algumas tristezas, dificulta tantas vezes que se sequem as mazelas, que se sarem as dores de cabeça de um dia-a-dia que tende a encher os copos daqueles que se sentam à mesma mesa para jantar.
Hoje os vossos filhos invadirão a casa ou o carro com vontade de mimar um pouco mais, como se o 19 do dia fosse desculpa para um abraço dezanove vezes mais apertado, para um gosto de ti multiplicado por entre dentes de leite e lábios adornados de migalhas do pão do lanche. Ora enroscados num colo ou de pés freneticamente bem assentes no chão, é aquele amor tão seu que se irá traduzir em palavras maravilhosas que se prenunciam numa linguagem tremida, por construir e/ou ressabiada pelo acne de uma juventude de certezas. E desta forma dirão, falando ou não com tudo o que têm, o que em vós mais gostam de ver, sentir e até conter para si reconhecendo os direitos genéticos do autor.
Esperamos, por isso, que hoje seja dia de tirar o nó da gravata mais cedo, rumo ao mimo dos vossos filhos que vos esperam de braços abertos e nervosos para, num gesto de carinho, vos presentear com aquilo que, de forma tão especial e cuidadosa, prepararam para vos surpreender.
Por isso, hoje, é dia de recordar e reavivar aquilo que em nós é tão especial SER PAI! Convidamo-vos por isso a recordá-lo hoje e praticá-lo SEMPRE! Os vossos filhos vão agradecer cada abraço sem intenção de fim, cada beijo quente e, acima de tudo, cada olhar atento sem vista para terminar.

5 comentários:

mãe joão disse...

lindo texto... um lugar comum mas faltam-me as palavras "Magic is something you make"

Luísa Simões Duarte disse...

O texto está lindo! Até me emocionei...

O pai lá de casa está ansioso pelo final do dia, por tirar o nó da gravata mais cedo rumo aos mimos da Maria, e mãe curiosa e desejosa de estar com ambos!

Feliz dia do pai!

Sandro disse...

:)

Bonito...
Felizmente consigo no meu dia-a-dia ter o meu príncipe em constante lembrança, porque a vida é mais que números e tabelas, folhas de cálculo e letras perdidas em palavras caras, a vida é, acima de tudo, aquele sorriso, aquele abraço, aquele hálito bom e quente que nos reconforta quando nos deitamos com ele.
E, já sem gravata, lá estarei! :)

Maria Joana Cunha disse...

Até fiquei com lágrimas nos olhos!
Ainda por cima este ano é especial, é o 1ª dia do Pai, para o pai e para a filha, que apesar de bebé ainda não percebe mas a Mãe está aqui nervosa por ela ;).

Ella disse...

Este texto está maravilhosamente bem escrito... parabéns à autora...